Mostra Cultural
Tingui

A Mostra Cultural nasceu da necessidade de mostrar a força da cultura local como consequência  do desenvolvimento de projetos de ordem cultural e identitária das comunidades rurais. 

 

Iniciado em 2011, o evento promove a partilha entre os grupos artísticos e culturais - muitos deles nascidos dos programas sócio-culturais da Tingui - como o Coral Ribeirão
de Areia
, o grupo de batuque do Curtume, a Trupe de Circo Agrovila/Bosque, o Grupo de Dança Sant’Ana, as Bordadeiras do Curtume, entre outros. 


Este projeto se diferencia ao buscar o fortalecimento de suas raízes, tradições e o sentimento de pertencimento à uma região,  contribuindo assim para a estimulação da cultura local e do desenvolvimento da região.

Em 2021, o evento, até então intitulado Mostra Cultural de Jenipapo de Minas, ganha amplitude ao convidar grupos de outros municípios da região. Passa então a se chamar Mostra Cultural Tingui. 

 

Mostra Cultural 2021:
Em outubro

A 11˚ edição da Mostra Cultural Tingui buscou celebrar a cultura do Médio Jequitinhonha através da celebração de grupos artísticos e culturais dos municípios de Jenipapo de Minas, Francisco Badaró e Chapada do Norte.   Em função da crise sanitária gerada pela pandemia do COVID-19, a Mostra Cultural de 2021 aconteceu online, no canal You Tube da Tingui.  Acesse pelos links abaixo:

Programação:

Foto ao lado:

Michel Bechelini

DJI_0019 (1).jpg
DSC_0362 (1).jpg

Histórico da Mostra Cultural

  • A Mostra Cultural tem origem no ano de 2004, quando a então AJENAI (antigo nome da TINGUI) passou a a celebrar, no dia 15 de junho, o dia do Voluntário -  uma maneira de reconhecer a importância dessas pessoas para realização de todo o trabalho. Esse dia era marcado pela presença dos grupos  fortalecidos pelos nossos programas nas ruas de Jenipapo de Minas.  

  • Em 2011 e 2012,  o evento se fortalece e ganha o nome de Feira de Artes, com exposição e venda de produtos do artesanato local e homenagens das crianças, adolescentes e jovens aos voluntários.

  • Ao percebermos a importância que o evento vinha ganhando, escrevemos o projeto no Fundo Estadual de Cultura do Estado de MG, com o apoio de José Claudionor Pinto (Jô Pinto), da JP Arte e Produção Cultural. Aprovado pelo FEC entre 2013 a 2016 e contando ainda com o apoio  da Província Brasileira da Congregação da Missão o evento se amplia e  ganha novo o nome:  Mostra Cultural de Jenipapo de Minas.  Com a chegada de financiamento,  o evento se amplia, e promove a apresentação de grupos de manifestação de cultura popular, artistas, corais, teatro. Passa ainda a abraçar a cultura da infância em sua programação, incluindo momentos para vivências das brincadeiras da tradicionais da região.

  • Nos anos de 2018 e 2019,  as  8˚ e 9˚ edições aconteceram graças a mobilização de doadores de profissionais que atuaram voluntariamente, de grupos que se empenharam para participar, da comunidade local e da prefeitura de Jenipapo de Minas. Em 2020, em função da pandemia, o evento ocorreu apenas pela Rádio Jenipapo FM.

  • O evento voltou a ter o financiamento do FEC/MG para a edição de 2021. E, expandir ainda mais, ganha novamente um novo nome: Mostra Cultural Tingui.

 

Foto ao lado e abaixo:

Acervo Tingui e Michel Bechelini